quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Náutico e Santa negociam com Esporte Interativo

Autor: Davi Saboya

Por Carlyle Paes Barreto, colunista de Esportes do Jornal do Commercio
Apesar de a grande maioria dos clubes estar optando por manter o monopólio da Rede Globo em relação aos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro, a investida do Esporte Interativo está fazendo bem ao futebol brasileiro. Não apenas pelo aumento de cota ou adiantamento de bônus. Como ocorreu com o Sport. Mas principalmente para inserir no processo times que eram sempre deixados à margem. Como Náutico e Santa Cruz.
Alvirrubros e tricolores só eram chamados para debater cotas quando se classificavam para a Primeira Divisão. Mas sempre no nível lá de baixo. Caso do Santa, este ano. Nas demais temporadas, quando disputavam a Segundona, ficavam restritos às sobras. De 5% a 8% do que arrecadava, por exemplo, um dos grandes do Eixo Rio-São Paulo-Sul-Minas que eventualmente passou uma temporada na Série B.

Nenhum comentário:

Postar um comentário