sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Surpreso com toda a polêmica, Evandro nega “canetada”

Evandro Carvalho está magoado. Pelo menos, com parte da imprensa – incluindo esse humilde repórter – que segundo ele “não conseguiu compreender” o imbróglio envolvendo Sport, Santa, Náutico, Arena Pernambuco, Conselho Arbitral e inversão mando-de- campo.
Apesar da mágoa, ou “surpresa”, como prefere, o presidente da Federação Pernambucana de Futebol gentilmente interrompeu a reunião com o ministro dos Esportes, George Hilton, na tarde dessa sexta (30), em Brasília, para falar com o Blog do Torcedor e tentar, de uma vez por todas, provar que não resolve as coisas na base da “canetada”.
Para resumir a conversa de cerca de 30 minutos, Evandro Carvalho desmentiu a informação que o Conselho Arbitral, convocado para a última segunda (26), na FPF, era para deliberar sobre o pedido de Sport para jogar o clássico contra o Náutico, no dia 8 de fevereiro, na Arena Pernambuco, e não na Ilha do Retiro, onde havia sido previamente marcado.
Segundo ele, o Arbitral definiria uma série de pendências, entre elas de datas envolvendo as partidas dos times no hexagonal que define o rebaixamento; se o critério de pontuação para indicar quem tem vantagem na final do Estadual incluiria os pontos do hexagonal e das semifinais; e, para a minha total surpresa, a extinção do mando-de-campo, antecipando uma decisão que a CBF vai implantar em 2016.
Em outras palavras, a votação na qual o Náutico primeiramente se eximiu e, posteriormente, mandou uma missiva com um breve “não”, segundo Evandro Carvalho nunca – repito – nunca nas palavras dele, tinha como objetivo analisar se o Sport poderia enfrentar o Náutico na Arena, em vez da Ilha.
Ainda de acordo com o dirigente, a competência de avaliar o pedido rubro-negro sempre foi da FPF e seria decidida de qualquer jeito através de um ato administrativo, após reunião da diretoria da “Mentora”, como aconteceu nessa quinta (29).
Como deve acontecer com o pedido do Santa Cruz, provavelmente na semana que vem, assim que o Tricolor o enviar para FPF a solicitação para alterar o local do clássico contra o Náutico, do Arruda para a Arena, no dia 1 de março.
Evandro sugeriu, de forma indireta que os jornalistas que andam falando em “canetada” por aí deveriam se informar mais e que todas publicações estão no banco de dados do site da FPE.
Blog do torcedor

Um comentário: